Mormaço – Paralamas e Zé Ramalho

Paralamas do Sucesso faz referências ao Nordeste no clipe da música “Mormaço”, que faz parte do disco “Brasil Afora” (2009). O cantor Zé Ramalho e o artista paraibano Totonho fazem participação especial no vídeo, que foi dirigido por Lírio Ferreira, de “Baile Perfumado” e “Árido Movie”, e rodado na Restinga da Marambaia, no Rio de Janeiro.

Ps.: Saudades da minha Paraíba, terra das minhas raízes. Agradeço à Profª Jani Moreira!

6 comentários sobre “Mormaço – Paralamas e Zé Ramalho

  1. Linda canção, clip sensacional. Encontro de músicos dr caráter universal.
    ZR, uma lenda viva e uma entidade no palco.

    HV, um gigante bravo brasileiro.

  2. Eu gosto muito das músicas do Zé Ramalho .. eu se eu pudesse escrevia uma carta pra ele .. mais acho que ele não vai dar bola pro que eu vou escrever.. se chegar nos ouvidos dele fico grata =) ..Na minha opinião o Zé Ramalho tinha que fazer músicas novas .. contando sobre a vida dele .. pelo o que ele passou .. eu gosto muito das musicas dele.. ele esteve aqui em lagoa santa eu queria escrever uma carta pra ele mas fiquei com vergonha de entregar pra ele achava que ele nao ia ligar pro que uma menina de 15 anos ia falar.. eu tenho 15 anos de idade e des dos meus 2 anos de idade eu ja escuto as muscias dele !ate hoje eu nao injuei das musicas dele .. ele é um otimo músico .. beijos espero que isso seja falado e escutado pelos ouvidos do musico Zé Ramalho .. abraço Fabiana Rodrigues Vitoria (de lagoa santa )beeijos !

  3. É o estado nordestino que mais admiro, pelos músicos e escritores. Tem história
    Tem personalidade a Paraíba, estopim da revolução de 30 que mudou o país de alguma forma.
    José Santelmo SP/SP.

  4. Olá!!!

    Devo confessar que esse videoclip está ensacional!!

    Também confesso que sou paraibano!

    Abraços a todos!

  5. Mui lindo, Ozai, obrigada. Lirio Ferreira é um grande cineasta, e Baile Perfumado marcou época.
    Pessoalmente, além do prazer de ouvir a voz tao bonita e inconfundivel de Zé Ramalho, fiquei comovida de ver que a Restinga da Marambaia ainda existe. Ha dois anos atras fui até a Barra da Tijuca, depois de vinte anos de ausência do pais e fiquei em estado de choque com a urbanizaçao intensa, invasiva, desrespeitosa dessa zona da cidade. Sem falar no estilo pesadao e pretensioso dos prédios.
    Falando em urbanismo e aproveitando o veiculo de comunicaçao: veja na internet a exposiçao que esta havendo no Palais de Chaillot “Ville fertile” – é um novo ideal de cidade e é fascinante.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s