FELIZ ANO VELHO… E NOVO! (2)

Vésperas natalinas, expectativa de um novo ano! E tudo se repete! Não cansarei o leitor com a minha quase rabugice típica TPN (Tensão Pré-Natal) e no limiar da depressão! Tenho os meus motivos! Temos, pois não sou o único! Até porque, já escrevi sobre este estado de TPN. Ao leitor que deseje compartilhar das minhas sensações e, quiçá, solidarizar-se, sugiro a leitura das Reflexões natalinas[1] que escrevi em 2011. Sem abusar da sua generosidade, sugiro também que leia O Espírito do Natal[2], escrito em 2007. A meu ver, permanecem atuais.

Ainda assim, respeito os que curtem o Natal – não curtirei nem mesmo no Facebook – e, sinceramente, desejo BOAS FESTAS! Sobreviveremos e nossas atenções se concentrarão nas expectativas de um novo ano, sempre desejosos de que seja feliz e repleto de realizações. É o princípio da esperança em ação! Felizmente, o ser humano, em algum momento de sua caminhada inventou o calendário e aprendeu a nutrir a ilusão de que o tempo recomeça. Foi uma bela invenção, afinal precisamos nos alimentar também de esperanças! FELIZ ANO VELHO… E NOVO![3]

Agradeço a você, caro(a) leitor(a), especialmente aos que comentam, compartilham e contribuem com o nosso aprendizado e reflexão. Meu sincero muito obrigado aos 5.688 assinantes do blog (seguidores que recebem as atualizações por email) e aos 396.030 que visualizaram o site até o momento. Que em 2014, você continue a brindar-me com sua leitura, críticas e contribuições. Tê-lo como interlocutor(a) é um privilégio e um presente. Meu sincero muito obrigado e FELIZ 2014!

Finalizo 2013 com o poema de Carlos Drummond de Andrade, dedicado a você!

drummondReceita de ano novo

Carlos Drummond de Andrade

Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
novo
até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?)

Não precisa
fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumidas
nem parvamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.

(Fonte: http://pensador.uol.com.br/frase/MTM0MDQ5/)

Ps. Estarei em férias, retornarei em 2014. Até lá! Abraços e tudo de bom!

4 comentários sobre “FELIZ ANO VELHO… E NOVO! (2)

  1. Meu caro Oza, Que em 2014, voc continue a brindar-me com suas crticas contribuies literrias. para mim um privilgio e um presente ter seu labor intelectual. Aceite meus sinceros agradecimentos e um FELIZ 2014, pois voc fez por merec-lo!Muri

    Date: Mon, 23 Dec 2013 00:46:59 +0000 To: chicomauri@hotmail.com

  2. Pois entao sacrifiquemos à grande vaga de mais este fim de ano, sobretudo se nao for obrigatorio ter estrelinhas brilhando nos olhos com alegria infantil e deslocada e desejemo-nos um Ano Bem Novo, ou o mais novo possivel. Obrigada pelo poema e pelos seus votos.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s