Fahrenheit 451

Fahrenheit 451, de Ray Bradbury[1], é uma obra sobre uma sociedade na qual os livros foram proscritos, em que a simples posse de obras literárias ou filosóficas constitui crime. Nesta sociedade fictícia, que resolveu o problema dos incêndios residenciais, o trabalho dos bombeiros consiste em queimar os livros, “para evitar que suas quimeras perturbem o … Continue lendo Fahrenheit 451