Para a história da opressão masculina

Em “Forjando a democracia: a história da esquerda na Europa, 1850-2000” (Editora Perseu Abramo, 2005), Geoff Eley relata o caso de Edith Lanchester, que, em outubro de 1895, comunicou à família “sua intenção de ir viver com James Sullivan numa união de “amor livre”: estavam apaixonados e se opunham por princípio ao casamento como instituição … Continue lendo Para a história da opressão masculina

Sexo, amor e casamento!

No muro da cidade alguém escreveu: “+ Sexo – Amor”. O que o motivou? Desilusão? Provocação à moral e aos bons costumes? Manifestação de uma mente pervertida? Por que a ênfase no sexo? Não sabemos! Dias depois, a pichação estava rabiscada, numa tentativa de torná-la ilegível. Talvez a crise econômica explique esta opção; talvez o … Continue lendo Sexo, amor e casamento!

Quanto tempo dura o amor?

O contexto é a Rússia do século XIX, numa época em que o divórcio era tema polêmico e ainda havia quem defendesse o “casamento à moda antiga”. No trem, alguns passageiros iniciam uma conversa sobre o amor e o matrimônio. O senhor idoso defende a tradição e culpa o avanço da instrução: “As pessoas ficaram … Continue lendo Quanto tempo dura o amor?

I Colóquio Feminismo Negro!

Nos dias 21 a 25 de julho de 2014, realizou-se o I Colóquio Feminismo Negro na Universidade Estadual de Maringá. Organizado pelo Núcleo de Estudos Interdisciplinares Afro Brasileiros (NEIAB-UEM), in memoriam de Claudia Silva Ferreira, o evento foi aberto com a admirável apresentação do grupo Ingazeiro Maracatu[1], seguido pela palestra da cearense Jarid Arraes (blogueira, … Continue lendo I Colóquio Feminismo Negro!