Família, famílias!

“Todas as famílias felizes se parecem, cada família infeliz é infeliz à sua maneira”, afirma Tolstói no início da obra Anna Kariênina. Quanta sabedoria nesta frase sucinta! Se a família é universal e determinada historicamente – isto é, assume formas e características diversas nos diferentes estágios da história da humanidade –, ela também é peculiar … Continue lendo Família, famílias!

Sem Facebook?!

Tenho amigos que se recusam a aderir às redes sociais, especialmente ao Facebook. Os argumentos são vários e convincentes. Se contabilizarmos o tempo dedicado a compartilhar tudo o que consideramos importante, a ver o que os outros compartilham, a comentar, ler os comentários, postar fotos, ver imagens e vídeos e, claro, curtir, talvez nos surpreendamos! … Continue lendo Sem Facebook?!

Maurício Tragtenberg: marxismo e anarquismo

*Em Marx/Bakunin, Tragtenberg faz uma análise comparativa nada ortodoxa da obra destes autores. Ele sublinha a necessidade de separar a produção intelectual de Marx em relação às interpretações dos seus seguidores. Recorda que o próprio Marx recusou a alcunha de “marxista”: “Tudo que sei é que eu não sou marxista”. O termo “marxismo” surge no … Continue lendo Maurício Tragtenberg: marxismo e anarquismo

Ler faz bem ou mal?!

ANTONIO OZAÍ DA SILVA* “Minha vida tinha tomado o caminho errado, e meu contato com os homens não era mais do que um monólogo interior. Havia descido tão baixo que, se tivesse que escolher entre ficar apaixonado por uma mulher e ler um bom livro, eu preferia o livro”. (KASANTZAKIS, 1978: 97) “Há portanto, na … Continue lendo Ler faz bem ou mal?!

Sobre teses, dissertações e a mesmice como padrão

Ler dissertações e/ou teses é sempre um aprendizado – especialmente quando a escrita desafia as nossas certezas e instiga a reflexão. No mínimo, aprendemos ao nos depararmos com novas informações e/ou pelo estímulo à rememoração enriquecedora de conteúdos que pareciam esquecidos. Por isso, sempre agradeço com sinceridade pela honra do convite. Não obstante, confesso que … Continue lendo Sobre teses, dissertações e a mesmice como padrão

O pensamento conservador

A palavra conservador indica um substantivo e um adjetivo. No primeiro caso, conservador, e a derivação conservadorismo, implicam um conceito, um conteúdo; no segundo, corresponde à qualificação de atitudes práticas e ideias. Do ponto de vista do uso comum, conservadorismo está ligado à pretensão de manter intacta, de conservar, portanto, de rejeitar o novo e … Continue lendo O pensamento conservador

Movimento de ocupação das escolas em São Paulo: lições da juventude

RESENHA CAMPOS, Antonia M.; MEDEIROS, Jonas; RIBEIRO, Márcio M.. Escolas de luta. São Paulo: Veneta, 2016 (Coleção Baderna), 352p.   ANTONIO OZAÍ DA SILVA* “Este livro conta a história da mobilização dos estudantes secundaristas paulistas contra o fechamento de quase cem escolas no final de 2015. Com uma riqueza de detalhes localizados na pesquisa em … Continue lendo Movimento de ocupação das escolas em São Paulo: lições da juventude