Maya Angelou

"Mais um dia tinha se passado. Na escuridão suave, o caminhão espalhou os catadores de algodão e saiu rugindo pelo pátio como o som do peido de um gigante. Os trabalhadores andaram em círculos por alguns segundos, como se tivessem ido parar inesperadamente em um lugar desconhecido. Suas mentes estavam exaustas. No Mercado, os rostos … Continue lendo Maya Angelou

É possível aprender a morrer?!

Em “Os ensaios”, Michel de Montaigne nos ensina a filosofar sobre a morte, ou seja, antecipar-se ao nosso destino comum com o exercício da meditação. Em outras palavras, aprender a morrer. “Diz Cícero que filosofar não é outra coisa senão preparar-se para a morte. É assim porque, de certo modo, o estudo e a contemplação … Continue lendo É possível aprender a morrer?!

Dostoiévski, Tragtenberg e a liberdade

Em Os irmãos Karamazov, Dostoiévski questiona o livre arbítrio dado por Deus ao homem. Não teria sido melhor garantir-lhe pão e paz de consciência? “Consentindo no milagre dos pães, teria acalmado a eterna inquietação da humanidade – indivíduos e coletividade – isto é: “Diante de quem se inclinar”. Esse desejo de submissão é o paradoxo … Continue lendo Dostoiévski, Tragtenberg e a liberdade